Alexandre Delgado

AlexandreAlexandre Delgado nasceu em Lisboa em 1965.
Estudou na Fundação Musical dos Amigos das Crianças e foi aluno em composição de Joly Braga Santos e de Jacques Charpentier, tendo-se diplomado com o 1.º Prémio de Composição do Conservatório de Nice em 1990.

Entre uma abundante produção instrumental e vocal, é autor das óperas O Doido e a Morte (cuja estreia dirigiu no São Carlos em 1994 e em Berlim em 1996) e A Rainha Louca (cuja estreia dirigiu no CCB em Julho de 2011). Estreou o seu Concerto para Violeta e Orquestra como solista em Portugal, Espanha e Holanda.

Entre as suas obras mais recentes destacam-se o ciclo Cinco Sonetos Quinhentistas (estreado pelo soprano Maria Bayo em 2011) e Verdiana para orquestra sinfónica (encomendada do CCB, 2013). Aluno em violeta de Barbara Friedhoff, foi vencedor do Prémio Jovens Músicos em 1987 e membro da Orquestra Juvenil da União Europeia e da Orquestra Gulbenkian. Assina o programa A Propósito da Música na Antena 2 desde 1996 e é autor dos livros A Sinfonia em Portugal, A Culpa é do Maestro (crítica musical 1992-2002) e Luís de Freitas Branco, publicados na Editorial Caminho.

Diretor do Festival de Música de Alcobaça desde 2002, é membro do Quarteto com Piano de Moscovo desde 2005 e freelancer como instrumentista, conferencista e comentador de concertos.

Integrou a Direção Pedagógica da AMAC no ano letivo 2013/2014 e, atualmente, é o Presidente da Direção da AMAC, dirige a Orquestra Juvenil e é coordenador da Área Disciplinar de Classes de Conjunto.

Save

Save

Save

Save

Save

Save