Daniela de Brito

Daniela de BritoDaniela de Brito nasceu em Viana do Castelo em 1974 e iniciou os seus estudos musicais aos 8 anos de idade na Academia de Música de Viana do Castelo com o professor Arnold Allum. Ingressou na Escola Superior de Música do Porto, na classe da professora Maria Conceição Macedo e concluiu o bacharelato em Violoncelo com a classificação de 19 valores com Jed Barahal.

Como bolseira da Fundação Calouste Gulbenkian ingressou na Royal Academy of Music (Londres), onde obteve o Mestrado em Violoncelo estudando com David Strange e com o Beaux Arts Trio. Obteve diversos primeiros prémios nos concursos da Juventude Musical Portuguesa e no Prémio Jovens Músicos.

Entre 1991 a 1996 integrou a Orquestra de Jovens da União Europeia, trabalhando com Ashkenazy, Rostropovitch, Abbado, Giulinni, Colin Davis, Haitink, Slatkin, Sanderling, Prêtre, Emanuel Ax, Martha Argerich, entre outros. Foi 1º Violoncelo da Orquestra Regional do Norte e da Filarmonia das Beiras.

Daniela de Brito colabora ainda com as orquestras Sinfónica Portuguesa, Casa da Música, Gulbenkian, Metropolitana e Sinfonieta de Lisboa. Tocou a solo com a Orquestra Régie Sinfonia do Porto, Artave, Regional do Norte e Filarmonia das Beiras.

Lecionou em diversas escolas e foi responsável pela abertura da classe de violoncelo em muitas delas, destacando: Academia de Música de Viana do Castelo, Bairrada e Paços de Brandão, Instituto Gregoriano de Lisboa, Conservatório de Música de Coimbra, Escola de Música do Conservatório Nacional, em Lisboa, e Universidade de Évora.
Lecionou na Academia de Música de Lisboa onde fundou a orquestra Os Violoncelinhos, da qual foi durante mais de 10 anos Diretora Artística.

É professora de Violoncelo, Orquestra de Iniciados e Orquestra de Violoncelos na AMAC e desempenha o cargo de coordenadora da Área Disciplinar de Cordas Friccionadas.

Save

Save

Save