Klára Erdei

Klára Erdei é violinista e professora de violino.Klara
Nascida na Hungria, iniciou os seus estudos de violino aos 7 anos, sob a orientação de János Márffy. Frequentou o Conservatório de Szeged, onde foi aluna de Lájos Várnagy. A partir de 1977, frequentou a Academia de Música de Ferenc Liszt de Budapeste, tendo sido aluna dos violinistas Mária Vermes, Ferenc Szecsodi e Semyon Snitkoswsky, este último professor no Conservatório Tchaikovsky de Moscovo.

Em 1978, atuou como primeiro violino num quarteto que, em representação da sua escola, venceu o concurso para quarteto de cordas da ‘Jeunesse Musicale International’, em Belgrado. Ingressou na Orquestra Filarmónica de Szeged, na Hungria, onde a partir de 1984 foi concertino. Ensinou violino no Conservatório de Szeged e participou em grupos de música de câmara, tendo também atuado como solista.

Em 1988, foi convidada para ingressar na Orquestra Nova Filarmonia Portuguesa. No ano seguinte, entrou na Orquestra Sinfónica do Teatro Nacional de S. Carlos. Também desde 1989, exerce atividade como docente na Academia Musical dos Amigos das Crianças (ex- FMAC), em Lisboa. Participou em diversas formações de câmara, nomeadamente no Trio Tagus, em conjunto com Gabriela Canavilhas e Luís Sá Pessoa.
A partir de 1991, foi membro do Quarteto Arcus (renomeado Atalaya), com Vasco Barbosa, Teresa Beatriz e Kenneth Fraser. Desde 1993, é solista da Orquestra Sinfónica Portuguesa.

É professora de Violino na AMAC há mais de 30 anos.

Pertence à Direção da AMAC e é Presidente do Conselho Musical.

Save

Save

Save

Save

Save

Save