Oboé

O OBOÉ é um instrumento de palheta dupla da família das madeiras. Uma pequena e fina tira de uma cana especial é dobrada em dois e um pequeno tubo de mOboé2etal (staple) é colocado entre os dois lados da tira dobrada, a qual passa em volta do tubo. A parte dobrada da tira é cortada e as duas extremidades constituem, assim, a palheta dupla. O oboísta coloca a extremidade da palheta dupla entre os lábios, colocando as duas partes da palheta em vibração. É a vibração das duas palhetas que coloca a coluna de ar dentro do instrumento também em vibração, de modo a produzir som.As notas graves do oboé são densas e ricas e o seu som é mais nasalado ou áspero quando comparado, por exemplo, com o timbre mais aberto de uma flauta.

A extensão do oboé é menor que a dos principais instrumentos de sopro, mas é capaz de uma grande variedade de timbres e estilos.

O oboé foi um instrumento incorporado na orquestra por volta de meados do século XVII.

O oboísta também toca o CORNE INGLÊS, que é um oboé de maior tamanho, como se fosse um “oboé contralto”, de palheta dupla e com uma campânula com o formato de uma pera.Oboe


Para ouvir:

excerto de J. S. BACH (1685-1750), Concerto para Oboé, BWV 1059R, 2º andamento:  Alla Siciliana: Adagio
solo de Corne Inglês de A. DVORAK (1841-1904), Sinfonia Nº 9, 2º andamento
solo de Oboé do excerto de P. I. TCHAIKOVSKY (1840-1893), Sinfonia Nº 4, 2º andamento

 

Save

Save

Save